terça-feira, 21 de dezembro de 2021

Prof. Rafael José Pôncio - Orientação para resultados: o que é e como desenvolver essa competência fundamental para profissionais de liderança


Proponho um desafio. Busque online um anúncio de uma vaga de emprego para um cargo sênior, de gerência ou coordenação, que exija um papel de liderança. Entre as competências e habilidades desejadas, aposto que há uma em comum: orientação para resultados! Acertei?

Apesar de também ser almejada nos demais níveis de uma organização, a competência de orientação para resultados é extremamente valorizada e requisitada por empresas aos profissionais que exercerão algum cargo de comando. Isso porque esse diferencial pode impactar concretamente o alcance de metas de um negócio. 


Além disso, podemos dizer que essa é uma característica comportamental também relevante no intraempreendedorismo. No entanto, muita gente ainda tem dúvida em que consiste essa competência e de que maneira ela pode ser desenvolvida ou aprimorada. 


Esse é o objetivo deste artigo. Esclarecer o que é a orientação para resultados e destacar algumas formas de desenvolver essa habilidade em sua trajetória profissional. Continue a leitura!

O que é a orientação para resultados?

Antes de qualquer coisa, é importante entender o conceito de orientação para resultados. O profissional com a competência de orientação para resultados tem a capacidade de definir, elaborar e estruturar um planejamento estratégico com foco em metas e objetivos específicos, visando o alcance de um resultado. Além disso, ele sabe como conduzir a equipe rumo a esse propósito almejado. 

Atitudes de quem tem essa competência bem desenvolvida

Mas, como saber se você tem essa habilidade ou potencial para aprimorá-la, não é mesmo? Ou até mesmo identificar se você tem colaboradores com esse diferencial em sua equipe? A seguir, listo alguns comportamentos comuns de profissionais que apresentam a competência de orientação para resultados bem desenvolvida:

  • Entendem o que é prioridade e sabem reagir prontamente em uma situação de pressão ou urgência;

  • São persistentes no alcance dos objetivos, mesmo diante de alguns percalços ou obstáculos;

  • São comprometidos com a estratégia e adaptáveis caso haja a necessidade de uma mudança de planos ao longo do percurso;

  • Assumem responsabilidades e riscos, além de ousarem na tomada de decisão quando necessário;

  • São ambiciosos ao traçarem as metas, porém realistas. 

Por que ela é tão valorizada?

A grande questão que envolve essa competência é que resultados podem ser mensurados de maneira concreta, por meio de métricas e indicadores. Dessa maneira, conseguimos entender a razão pela qual ela é uma habilidade tão requisitada no mercado. Negócios anseiam por lucratividade. 


Então, não é nenhuma novidade que empresas buscam por profissionais que tenham competências comportamentais capazes de transformar os recursos disponibilizados (financeiro, humano, material) em resultados. Eles se apresentam como agentes catalisadores de resultados, impactando positivamente os resultados da organização. 

Por que esse é um atributo importante para profissionais em função de liderança?

Podemos dizer que é quase impossível atingir um resultado satisfatório sem um bom planejamento estratégico e alguém capaz de guiar a execução desse plano. Portanto, no que se refere à orientação para resultados, o líder tem papel fundamental. É ele quem vai definir as metas e objetivos, orientar e direcionar cada membro da equipe sobre a sua função no projeto, delegar tarefas, mostrar como os processos serão estruturados. Ou seja, ele agirá como um verdadeiro comandante, sempre atento à visão do todo e focado no resultado final. 


É importante lembrar ainda que nem tudo dará certo e que dificuldades e imprevistos poderão surgir, sendo sua atribuição tomar decisões de maneira ágil e enérgica, além de estar preparado para mudar a rota junto com todo o time. Essa é de fato uma competência importante para um líder. Não é coincidência, portanto, que ela esteja presente nos requisitos das vagas para essa função, concorda?

Como desenvolver a orientação para resultados?

Agora que você já compreende a importância de ser um profissional orientado para resultados, vamos partir para a ação. Caso esse comportamento ainda não esteja latente em seu modo de trabalho, fique tranquilo, pois a competência, apesar de complexa por envolver habilidades complementares — como planejamento estratégico, mentalidade data driven e liderança —, pode sim ser desenvolvida. Saiba como nas próximas linhas. 

1. Comece elaborando planos de ação

Um bom exercício para desenvolver o atributo de orientação para resultados é começar a elaborar planos de ação. Essa atividade pode ser feita com objetivos mais simples, de maneira individual ou em equipe, porém exige planejamento, execução e acompanhamento de resultados, o que já é um ótimo caminho para o aprendizado e a aplicação com objetivos mais complexos a longo prazo. 

2. Defina metas claras

A base da competência de orientação para resultados está na capacidade de definir e estruturar uma boa meta, e ter assim uma visão clara do que se busca de um resultado. Ao elaborar a meta, é importante que ela seja específica, realista e prazos para o seu alcance precisam ser estabelecidos. 


Além disso, tenha em mente que, para um bom acompanhamento de resultados, metas precisam ser verificáveis e mensuráveis por meio de indicadores. 

3. Comunique-se de maneira eficaz

Quando se tem uma meta compartilhada por uma equipe e você lidera esse time, é fundamental que a comunicação ocorra de forma clara e eficaz, com transparência, sem interferências e ruídos que possam prejudicar o alcance do resultado. Como líder, é seu papel garantir a eficiência dessa comunicação e manter todos na mesma página. 

4. Exercite o pensamento estratégico

Para desenvolver a habilidade de orientação para resultados, é essencial exercitar o pensamento estratégico. Como? Vou dar um exemplo. Geralmente, quando temos um objetivo em mente, o natural é listarmos os passos que nos farão chegar até lá, ou seja, até o resultado desejado. 


Nesse sentido, o ideal é pensar em estratégias que potencializarão ou beneficiarão o cumprimento das metas estabelecidas. Assim, se você tem uma equipe, você pode, por exemplo, elaborar um sistema de recompensas para valorizar aqueles que estão comprometidos com o resultado. Isso pode gerar motivação e engajamento e é pensar de maneira estratégica.


Como vimos, a orientação para resultados é uma das principais competências exigidas em cargos de liderança e também fundamental para quem deseja empreender. As empresas tendem a se posicionar dessa forma, se estruturando em uma cultura orientada para resultados em função do impacto gerado no futuro do negócio influenciado por essa cultura, então é natural que busquem por profissionais com essa habilidade. Meu conselho, portanto, é que você esteja preparado. 


Bom trabalho e grande abraço.


Prof. Adm. Rafael José Pôncio






Conheça também:


        Reprodução permitida, desde que mencionado o Nome do Autor e o link fonte.       

Nenhum comentário:

Postar um comentário