quarta-feira, 5 de outubro de 2016

As Metas S.M.A.R.T. com o SER, FAZER e TER



Fiz o Seminário Empretec em 1999 no Sebrae-SP, e, aprendi lá o uso das Metas SMART no qual as pratico até hoje e gostaria de compartilhar a teoria numa visão prática de checagem efetiva para o uso desta metodologia em quaisquer áreas da vida, convido-vos a compreender, rever e praticar.

Para formar a base das Metas, elas poderão serem orientadas para os campos do SER, FAZER e TER:
  • O SER, é no âmago da pessoa, é o como desenvolver as competências e habilidades na vida, essencialmente pode ser um objetivo de tornar-se um exímio em determinado assunto ou área da vida.
  • O FAZER, são as práticas intrínsecas do como - para chegar ao alvo, aqui neste campo as metas imperam grandes desafios, fora da zona de conforto, com necessidades de superação.
  • O TER, no que tange aqui os objetivos materiais, bem como títulos e resultados financeiros, onde podereis usufruir do prêmio ou resultado.
Vale lembrar que esse método deve ser visto a luz do seu projeto de vida com propósito, e em análise com seus anseios congruentes.

O acrônimo S.M.A.R.T. é uma forma ESPERTA de criar metas, seguindo apenas 5 passos:

eSpecífica – Um objetivo específico e com clareza tem uma chance muito maior de ser realizado do que uma meta genérica, é preciso ter uma significação.

Para definir uma meta específica deve-se responder seis perguntas:
a) Quem: -Quem está envolvido?
b) O que: -O que eu gostaria de realizar?
c) Onde: -Identificar uma localização.
d) Quando: -Estabelecer um calendário.
e) Quais: -Identificar necessidades e limitações.
f) Por que: -As razões específicas, propósito ou os benefícios de se realizar a meta.

Mensurável – É possível medir em que ponto você está durante o processo para alcançar sua meta? Você pode ao longo do caminho saber o que falta para alcançar sua meta. Essa característica é importante para identificar seu progresso ao longo do tempo. Com isso, você terá foco na jornada.

Para determinar se o seu objetivo é mensurável, faça perguntas como:
a) Quanto(s)?
b) Como vou saber quando estará cumprida?

Atingível – Sua meta precisa estar orientada a Ação. Passos determinados para alcançar um ponto A, depois B para C, para o D, e assim por diante. Desenvolver no percurso as atitudes, capacidades, habilidades e competências necessárias para alcançar a meta.

Realista – Uma meta pode ser alta e realista. Cada meta representa um progresso substancial. Uma grande meta é frequentemente mais fácil de alcançar do que uma baixa, porque uma meta baixa exerce força motivacional baixa, ao contrário da alta. A realidade deve corresponder ao sonho e a verdade de cada um, e, dar o máximo de si para transformar num fator real, com a congruência de vida.

Temporal – A meta deve ser fundamentada dentro de um período de tempo. Sem qualquer tempo vinculado a ela não há nenhuma sensação de urgência. Depois que você programar o seu inconsciente, ele entra em movimento para começar a trabalhar. Uma vez definido uma data por prazo para alcançar, isso auxiliará a limitar seu tempo de ação e te faz começar.

ALGUNS PRESSUPOSTOS

Alinhar a Meta
Sua meta precisa estar alinhada com seus valores humanos. Você precisa ter um benefício real intrínseco. O que realmente te motiva para alcançar sua meta. Pode ser maior conforto proporcionado por resultados financeiros, mais tempo com a família, satisfação pessoal, crescimento profissional, etc. Algo que realmente fará a diferença na sua vida. Sua motivação vem de sentimentos, não de algo racional. Portanto é interessante nesse momento pensar nos sentimentos que te farão alcançar o que você quer! Dessa forma, você dará sentido para seu cérebro entrar em Ação e buscar o que você deseja.

Observar na hora de sonhar a Meta e no seu percurso
As crenças limitantes são algo que acreditamos internamente que nos limita, desencoraja a realizar determinada Ação, e, na jornada quando aparecerem os obstáculos, então fazer uma checagem para diferenciar as crendices da realidade objetiva e subjetiva é necessário.

“Se você pensa que pode ou se pensa que não pode, de qualquer forma você está certo”. (Henry Ford).

Meta prazerosa
Com foco, determinação, trabalho e revisões semanalmente, devendo sempre serem escritas e visualizadas, o uso de figuras e imagens que remetam a conquista da meta, será mais prazeroso ainda.

Para atingir suas metas você deverá dividi-las em passos e a cada passo realizado você estará mais perto do seu objetivo!

“O impossível pode ser dividido em vários passos possíveis”.

Comemorar também é necessário, para que haja sentido para a vida e pela vida.

Procure também mantê-las impressas e anexando figuras, símbolos ou alegorias que deem sentido ao contexto de cada meta, e, em caso de mantê-las no computador ou na tecnologia de "nuvens", queira semanalmente revisá-las.

É importante orientar a sua mente criando cenários e mapas mentais visualizando cada passo e a meta concluída, mas lembre-se que sempre uma META deve ser acompanhada da AÇÃO, a fim de eliminar devaneios e sair das fantasias. "O imaginário tornar-se-á real, basta ter foco como princípio básico".

Desejo-lhe boas práticas e Ação!
Bom trabalho e grande abraço.

Autor: Adm. Rafael José Poncio
Publicado em: 04 de outubro de 2016
Especial: artigos no portal Administradores.com
Link fonte: https://administradores.com.br/artigos/as-metas-s-m-a-r-t-com-o-ser-fazer-e-ter


         Reprodução permitida, desde que mencionado o Nome do Autor e o link fonte.       

Nenhum comentário:

Postar um comentário