segunda-feira, 11 de abril de 2016

Como formar e desenvolver uma equipe de alta performance

Quando assumimos um cargo de liderança, ou começamos a empreender, temos a tendência de querer abraçar o mundo e de tomar frente em todas as áreas, mesmo naquelas em que não dominamos. Essa atitude só tem uma consequência bastante previsível: a geração de desgaste e exaustão.  Diante desse fato, fica a lição: é impossível ser bom em tudo e, muito menos, dar conta sozinho de todas as demandas de um negócio. O mais inteligente, nesse contexto, é contar com um time de profissionais com diferentes habilidades, capazes de suprir seus pontos fracos para que, dessa forma, vocês possam, juntos, alcançar os melhores resultados.  Isso significa formar uma equipe de alta performance, que trabalhe de forma integrada e alinhada aos valores da empresa, disposta a encontrar as melhores soluções e se empenhar de maneira proativa na busca de um objetivo comum.  Certamente, desenvolver uma equipe de alta performance é um grande desafio, que exige muito comprometimento por parte do gestor. Entretanto, garanto que o esforço compensa. Ao formar um time de confiança, no qual você possa delegar tarefas e decisões, o seu negócio só tem a ganhar. Como fazer isso? Acredito que posso ajudá-lo com algumas dicas. Continue a leitura!

O que significa ter uma equipe de alta performance?

Ter um time de desempenho elevado não diz respeito somente em relação ao cumprimento de metas estabelecidas previamente, ou seja, a certeza de que tarefas serão realizadas e entregues. A equipe de alta performance é aquela que vai além, cujos membros compartilham características e valores que são cultivados e fazem a diferença no resultado final. Que valores e características são esses? Proatividade, criatividade, eficiência, posicionamento ativo, orientação para resultados, entre outros.  

Quais as particularidades de um time com desempenho de alto nível?

Para ficar mais claro e concreto, veja a seguir como uma equipe de alta performance se comporta e age diante dos desafios:

  • promove um ambiente de integração e colaboração entre os membros;

  • preza pela comunicação clara e assertiva, priorizando o diálogo;

  • tem proatividade e capacidade de antecipar situações futuras;

  • compartilha as mesmas visões e valores e trabalha de forma alinhada, focada em um mesmo objetivo.

Ações para desenvolver uma equipe de alta performance, na prática:

1. Entenda o que o seu time realmente precisa e o que você espera dele

Em alguns casos, a formação de uma equipe de alta performance começará ainda na fase de recrutamento. Primeiramente, antes de selecionar os colaboradores que farão parte do seu time, você precisa compreender quais são as habilidades técnicas e comportamentais que considera importantes para o trabalho que será desenvolvido. O ideal é buscar profissionais com diferentes competências que se complementem. 


Caso já tenha uma equipe completa, faça uma análise de cada colaborador e identifique as habilidades e competências de cada um, detecte o que falta e o que precisa ser desenvolvido.  


O próximo passo é estabelecer de forma clara o papel de cada um na equipe, destacando o que se espera que seja entregue e executado. Assim, todo o time saberá exatamente o que precisa fazer para contribuir para o alcance dos objetivos.  

2. Defina metas e objetivos concretos

“Se você não sabe para onde ir, qualquer caminho serve”, já dizia Lewis Carrol. Por mais proativa que seja, uma equipe de alta performance  precisa de direcionamento e de entender onde se quer chegar, quais são os objetivos. Só assim, com metas realistas e concretas e objetivos bem estabelecidos, será possível atingir o resultado. 

3. Saiba como estimular, motivar e desafiar a sua equipe

É importante que o time esteja sempre engajado para dar 100% de empenho e ir além. Por isso, promover estímulos constantes é essencial para motivar e garantir, assim, que se atinja a melhor performance. De que maneira fazer isso? Por meio de ações de reconhecimento e feedback. Iniciativas como programas de recompensas e estratégias de gamificação, por exemplo, podem ajudar a manter a motivação da equipe em alta e o desempenho acima da média. 

4. Incentive a proatividade e a colaboração

Quando o colaborador sente que realmente faz parte de algo e que seu papel na equipe é importante, a tendência é de que o empenho em fazer dar certo seja maior. Dessa maneira, é fundamental dar abertura para a participação e o compartilhamento de ideias, estimulando um ambiente de sinergia e colaboração entre os colegas e junto ao líder. Incentive também a proatividade e a busca por soluções inovadoras.

5. Construa uma relação de confiança e priorize a boa comunicação

Nesse sentido de a equipe ter abertura para propor ideias e ser proativa na tomada de decisões, é indispensável que se estabeleça uma relação de confiança entre gestor e liderados. Afinal, caso haja desconfiança ou receio, dificilmente o time terá a iniciativa de lançar soluções diante de um problema ou sugerir uma ação inovadora, o que minará a capacidade da equipe de trabalhar em alta performance. 


Portanto, o gestor precisa ser coerente e demonstrar que confia em sua equipe e que sabe delegar tarefas e decisões. Caso contrário, se o seu objetivo é centralizar tudo, não faz o menor sentido ter uma equipe de alto desempenho. 


É importante também que a comunicação seja aberta, eficaz, pautada no diálogo e na transparência entre toda equipe. A habilidade da comunicação é primordial em uma equipe de alta performance e precisa ser bem desenvolvida e aperfeiçoada, se necessário. 

6. Ofereça treinamentos e acompanhe o desenvolvimento da sua equipe

Os treinamentos representam um investimento que não deve ser ignorado na formação de uma equipe de alta performance. Isso porque o aprendizado contínuo é extremamente importante para desenvolver e aprimorar as competências e habilidades identificadas como essenciais pelo gestor para o trabalho em equipe, além de contribuir para a evolução e crescimento profissional dos colaboradores. Nesse contexto, é importante ainda que o gestor não negligencie o acompanhamento do desenvolvimento do seu time e se comprometa de fato com essa responsabilidade. 


Dividir o trabalho com profissionais que têm habilidades e competências que você não possui pode ser o grande trunfo no sucesso do gerenciamento de um negócio. Assim, desenvolver uma equipe de alta performance pode ser um processo árduo e trabalhoso, porém, a médio e longo prazo, resultados poderão ser alcançados com mais facilidade e assertividade. Lembre-se que, no final, são sempre as pessoas que fazem a diferença.


Bom trabalho e grande abraço.


Adm. Rafael José Pôncio




Conheça também:

Um guia rápido sobre Administração Holística


        Reprodução permitida, desde que mencionado o Nome do Autor e o link fonte.       

Nenhum comentário:

Postar um comentário