domingo, 9 de agosto de 2015

Diminua os custos e aumente os seus lucros com o Six Sigma

O Six Sigma visa aperfeiçoar a qualidade da sua empresa através da matemática. Ficou curioso? Continue a leitura e conheça essa metodologia.

Diminua os custos e aumente os seus lucros com o Six Sigma

O Six Sigma, também traduzido como Seis Sigma, é uma metodologia utilizada para medir e aprimorar a qualidade através da diminuição do desvio padrão.

O desvio padrão é uma medida matemática que indica o nível de igualdade entre os dados. Assim, quanto mais próximo de 0 (zero), maior será a uniformidade.

Aplicando para o mundo dos negócios seria:

Uma confeiteira vende um cento de brigadeiros por R$150,00, cada brigadeiro deve ter o mesmo peso, formato e tamanho, afinal se alguns ficarem maiores o seu lucro irá diminuir.

Também caso os brigadeiros fiquem diferentes, os clientes não se sentirão satisfeitos.

Por isso, os dados e análises estatísticas são o pilar do Six Sigma, tanto que dá origem ao nome. Sigma é a 18º letra do alfabeto grego (σ) e símbolo do desvio padrão.

Como começou o Six Sigma?

O conceito inicial foi desenvolvido pelo engenheiro, físico e estatístico  Walter Andrew Shewhart (1891-1967) , que criou o controle estatístico de qualidade.

Shewhart definiu que se há uma variação igual ou maior de 3 no sigma, os processos deveriam ser revistos.

Contudo, o Six Sigma como conhecemos hoje, é creditado a Bill Smith, engenheiro da Motorola, que no ano de 1985 desenvolveu um método para a solução de problemas padrão e redução de defeitos e registrou em 1986.

O método foi tão aceito que Jack Welch, CEO da General Electric, também o adotou a partir de 1995.

Quais as vantagens do Six Sigma?

Aplicar esta metodologia pode trazer muitos benefícios para sua empresa, dentre eles estão:

Maior eficiência e produtividade

Com o aperfeiçoamento dos processos na empresa e a correção dos erros a tendência é que se consiga fazer mais em menos tempo.

Redução dos custos

Para a diminuição do desvio padrão, os colaboradores se empenham ao máximo para que o desperdício chegue a 0 (zero). Logo haverão menos custos.

Maior satisfação dos clientes

Quando alguém faz uma compra, não queremos que ela esteja conforme o esperado ou se possível, acima das expectativas?

Garantir isso é um dos principais objetivos da Six Sigma.

Aumento dos lucros

Somando todas as vantagens anteriores, o crescimento das margens de lucro será o resultado final da implementação da metodologia.

Como aplicar o Six Sigma nos negócios?

Embora tenha surgido nas fábricas, esta metodologia pode ser empregada em qualquer setor ou tipo de empresa.

Para isso existem duas formas principais: o DMAIC e o DMADV. Eles funcionam como um plano para medir e corrigir os desvios.

DMAIC

É a sigla em inglês para as etapas a serem seguidas. Este modelo é mais eficaz para analisar o que já existe.

  • Define (definir): é o momento de escolher quais são os problemas e necessidades da empresa a serem revistos.

  • Measure (mensurar): hora de levantar os dados e estatísticas necessários para avaliação da questão principal.

  • Analyse (analisar): esta é uma das etapas mais importantes, quando você examina as informações coletadas e encontra a origem do problema.

  • Improve (melhorar): onde são apresentadas as melhorias conforme os objetivos e as necessidades.

  • Control (controlar): é o acompanhamento das soluções aplicadas e a avaliação dos resultados, esta fase é contínua.

Exemplo:

Uma clínica de saúde notou que os pacientes têm reclamado constantemente dos atendimentos atrasados e da falta de profissionais.

  • Definir: por que os atendimentos estão abaixo do esperado?

  • Mensurar: usar as pesquisas de satisfação e o tempo de duração de cada procedimento (exames, consultas, etc).

  • Analisar: Identificou-se que a principal causa são muitos encaixes.

  • Melhorar: agendar os encaixes somente no final do dia ou em horários livres.

  • Controlar: manter as pesquisas de satisfação e informar os pacientes da mudança no procedimento. 

DMADV 

Também é uma sigla em inglês, este método para aplicação do Six Sigma é mais indicado para a criação de novos produtos ou serviços.

  • Define (definir): escolher os objetivos e quem será responsável pelo novo projeto.

  • Measure (mensurar): que diferenciais o produto irá ter? Quais as suas principais características? 

  • Analyse (analisar): explorar as ideias e discutir as possibilidades.

  • Design (desenhar): criar um protótipo e fazer testes até que o novo produto e/ou serviço esteja conforme o esperado.

  • Verify (verificar): quando os últimos ajustes são realizados e o item está pronto para ser lançado no mercado.

 Exemplo:

Um salão de beleza pensa em disponibilizar para as suas clientes o procedimento de micropigmentação de sobrancelhas.

  • Definir: Oferecer aos clientes a micropigmentação de sobrancelhas. Responsável: design de sobrancelhas.

  • Mensurar: as sobrancelhas serão preenchidas, deixando com um aspecto natural.

  • Analisar: determinar o valor e a forma de implementação do serviço no salão.

  • Desenhar: fazer os primeiros atendimentos e pesquisar a opinião dos clientes.

  • Verificar: ajustar conforme o feedback e implementar o procedimento de micropigmentação de sobrancelhas no mercado.

Requisitos ao iniciar a metodologia: os belts

Como vimos, para que o Six Sigma seja aplicado é necessária uma mudança profunda na cultura do negócio.

Então, é fundamental que a pessoa que irá coordenar essas transformações tenha um conhecimento especializado da metodologia.

Para isso, foram criadas capacitações que ensinam os gestores e colaboradores ensinando conceitos e técnicas de maneira avançada.

Estas certificações são chamadas belts, conheça as principais e as funções na aplicação da metodologia.

1.   White Belt

É a qualificação inicial, para quem não conhece nada do Six Sigma, dando um panorama sobre a metodologia e formas de aplicação.

2.   Yellow Belt

Mais avançado que o White, este certificado habilita o funcionário a pensar e desenvolver pequenos projetos.

3.   Green Belt

Com este certificado o colaborador consegue gerenciar projetos de média complexidade.

4.   Black Belt

Mais voltado aos líderes de equipe, dispõe de um conhecimento aprofundado que permite ao gestor ensinar e aplicar as ferramentas do Six Signal.

 5.   Master Black Belt

Embora não seja uma certificação, também faz parte deste universo.  O profissional Master Black Belt além da qualificação, possui a experiência prática necessária para gerir grandes equipes.

6.   Champion

Esta função está relacionada ao planejamento estratégico do projeto. O Champion avalia a possibilidade de aplicação das soluções e decide o que pode ou não ser implantado.

7.   Sponsor

É o cargo mais elevado em um projeto de Six Sigma, geralmente ele não participa ativamente da implementação, mas centraliza todos os projetos e verifica se estão de acordo com as diretrizes da empresa.


Então, gostou de conhecer o Six Sigma?

Bom trabalho e grande abraço,

Adm. Rafael José Pôncio




Conheça também:

Aumente a produtividade com a Técnica Pomodoro


        Reprodução permitida, desde que mencionado o Nome do Autor e o link fonte.         

Nenhum comentário:

Postar um comentário