quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

Prof. Rafael José Pôncio - Empreendedor frugal: as vantagens de ter um comportamento prudente e uma postura simples diante do sucesso de um negócio


Há algum tempo venho observando uma tendência curiosa: a “promessa” do empreendedorismo como caminho fácil para uma vida de luxo e status. Ignorando as inúmeras dificuldades inerentes ao processo de ter o próprio negócio, muita gente tem lançado por aí a fórmula para enriquecer ao empreender. Amplificada pelas redes sociais, essa é a imagem de muitos empresários que tiveram sucesso em seus negócios e vivem de esbanjar riqueza e bens considerados itens de desejo.

Nada contra a ostentação em si — cada um faz o que quer com o seu dinheiro, não é mesmo? — mas, gostaria de chamar a atenção de muitos empreendedores de primeira viagem que, ao terem bons resultados com suas empresas e ganharem muito dinheiro, se deslumbram e adotam esse lifestyle, sem pensar no amanhã ou nas consequências. Não caia nessa armadilha. 

Lembre-se que o caminho do empreendedorismo pode ter certa instabilidade e ser inconstante, por isso é importante ser prudente e ter cautela com gastos, mesmo diante do sucesso absoluto. É nesse sentido que surge a figura do empreendedor frugal, que busca qualidade de vida e conforto, mas tem uma postura simples, sempre prezando pelo controle financeiro e pela saúde do seu negócio. 

Entenda um pouco mais sobre o comportamento frugal, que é uma tendência entre as novas gerações, e saiba como ele se relaciona com o empreendedorismo. 

O que é ser um empreendedor frugal?

Para muita gente, há a necessidade de se ter itens de consumo que, de acordo com o mercado consumidor, a mídia e a sociedade, são sinônimos de luxo e riqueza, para provar que se é bem-sucedido profissionalmente. Muitos vão além e se comprometem com esse estilo de vida antes mesmo de terem condições para isso, adquirindo dívidas, simplesmente para manterem o status. Como mencionei, esse é um comportamento de alguns empreendedores que lidam com o sucesso.

E onde entra o empreendedor frugal nisso tudo? O empreendedor frugal, por outro lado, vai à contramão desse fluxo. Ele tem consciência da necessidade de racionalizar os gastos, ter controle financeiro e de reinvestir sempre uma parte do lucro no próprio negócio. 

Não, isso não quer dizer que ele seja avarento — ou “pão duro”, como dizemos na linguagem popular — e que não sabe aproveitar a vida. Pelo contrário. Ele também preza pelo conforto, pelas boas experiências e pela qualidade de vida. Porém, adota uma postura simples, mais low profile, sem desperdícios, extravagâncias e ostentações.

As características principais do comportamento frugal


No que se refere aos hábitos de consumo, o comportamento baseado na frugalidade está em alta, principalmente entre as gerações mais novas, como a geração Z. As pessoas têm questionado o consumo desenfreado e a valorização excessiva de marcas. Estão revendo suas prioridades de compras e mais preocupadas com a sustentabilidade do planeta. 

A pessoa de comportamento frugal avalia a utilidade prática dos produtos na vida diária e sua real necessidade e importância, eliminando supérfluos. É consciente, consome com moderação e valoriza o que já possui. Não cede às pressões externas e não é refém do olhar do outro ou do que o mercado consumidor e a sociedade determinam que tem "valor". Por isso, não tem necessidade de esbanjar ou ostentar.
 

As ideias-chave da frugalidade no empreendedorismo


Um dos maiores desafios da jornada empreendedora é justamente essa questão de manter a engrenagem de uma empresa funcionando de forma saudável, com lucratividade e crescimento sustentável. Pois saiba que a frugalidade pode ser o grande segredo nessa equação. Entenda como ser um empreendedor frugal e construir o seu negócio com as bases desse fundamento. 

Compartilho a seguir algumas lições para quem quer desenvolver o comportamento frugal enquanto empreendedor. Confira!

Invista sempre em seu negócio


Muitos empreendedores não têm essa consciência, mas fato é que devemos sempre estar reinvestindo parte dos rendimentos da empresa no próprio negócio. Um estilo de vida mais simples, sem exageros, com moderação no consumo, ajudará a economizar e a evitar gastos desnecessários. Deslumbrar e gastar mais do que deve em um primeiro momento pode colocar tudo a perder lá na frente e comprometer o seu negócio. Cautela é a palavra de ordem.  

Priorize a qualidade, o conforto e a utilidade, mas abra mão do que é supérfluo


Como eu já disse, o empreendedor frugal não é aquele que evita gastar a todo custo e sempre opta pelo mais barato em detrimento do que é melhor. Não é esse o conceito de frugalidade. Ele dá sim valor à qualidade e ao conforto e valoriza experiências. Inclusive, a qualidade deve sempre vir em primeiro lugar, inclusive no seu produto ou serviço oferecido. No entanto, valorize o que realmente é necessário e faz a diferença, itens supérfluos devem ser eliminados.

Eu costumo dizer que é preferível o poder da decisão ao invés do ter materialmente, pois um monte de quinquilharia pode tornar-se um fardo vazio e sem sentido na vida de uma pessoa.

Mantenha a modéstia e a simplicidade no seu estilo de vida


Esqueça os símbolos de sucesso e status e não se baseie na régua dos outros para o que significa ser bem-sucedido. Concentre-se em seus valores pessoais. Um pouco de modéstia, humildade e simplicidade não faz mal a ninguém. Você só tem a ganhar, pois dessa forma não precisa se preocupar em impressionar os outros e pode focar toda a sua energia na construção do seu negócio.    

Encontre maneiras de fazer mais com menos


O que você pode fazer utilizando menos recursos? O comportamento frugal vai além dos hábitos de consumo. Como empreendedor é fundamental encontrar formas diferentes e inovadoras para otimizar processos e cortar custos. Além disso, a sustentabilidade é um tema central no contexto atual. É importante pensar em alternativas para o uso de recursos naturais e o desenvolvimento de um consumo mais consciente. 

Foque no que é realmente importante


Por último, tenha sempre em mente o que realmente importa para você em meio ao bombardeio e as tentações da indústria do consumo. Seus valores, sua família e toda a sua trajetória certamente devem estar acima de toda a necessidade de ostentar e esbanjar riqueza.

Um negócio construído a base de muito esforço, trabalho e suor não pode correr o risco de desabar por descuido ou distração após alguns momentos de glória. Por isso, como empreendedor frugal, é importante ter sempre o trabalho como foco, independentemente do sucesso conquistado e reinventar-se é necessário!

E você? Se identifica com o comportamento do empreendedor frugal?

Bom trabalho e grande abraço.

Prof. Adm. Rafael José Pôncio




Conheça também:

Sobre Virtudes e Empreendedores



        Reprodução permitida, desde que mencionado o Nome do Autor e o link fonte.         

Nenhum comentário:

Postar um comentário