quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

Prof. Rafael José Pôncio - Por que ser um profissional de excelência é a base de qualquer negócio no empreendedorismo?


Para empreender, alguns fatores são necessários: conhecer o mercado onde irá trabalhar, ter um bom produto ou serviço, fazer um plano de negócio, desenvolver uma boa estratégia de marketing e vendas, entre outras coisas. Porém, tem algo que eu considero fundamental, um princípio básico para qualquer empreendimento: ser bom no que faz.

Por isso, considero que desenvolver a excelência é o primeiro passo para quem deseja seguir nos rumos do empreendedorismo. Afinal, um profissional mediano, que não trabalha em sua melhor versão, com muita dedicação e disposição em entregar o melhor e a se desenvolver cada vez mais, dificilmente conseguirá lidar com os contratempos e desafios que um negócio próprio o fará enfrentar.

Um profissional de excelência busca dar o seu melhor em todos os aspectos e está comprometido com o seu desenvolvimento. Pessoas com essa mentalidade no mundo dos negócios são aquelas que se destacam. São ótimos funcionários, ótimos líderes, ótimos executores. E, claro, entregam excelentes resultados. Um empreendedor com esse perfil tem tudo para atingir suas metas e objetivos no gerenciamento de seus negócios.

E você? Se considera bom no que faz? Saiba como se tornar um profissional de alta performance e empreender com base na excelência!

O que significa ter excelência profissional?


Algo excelente está relacionado àquilo que é acima da média. Portanto, pessoas com características de excelência profissional tendem a entregar mais que os outros. Elas geralmente têm uma atitude proativa, são mais dedicadas, tem um conhecimento amplo da área em que atuam e buscam sempre aprimorar as suas habilidades. 

Esse tipo de profissional não se acomoda e não se contenta com respostas insatisfatórias e soluções medíocres. Eles usam a criatividade para fazer diferente e resolver problemas de maneira inovadora. 

Excelência x Empreendedorismo: Por que é importante ser ótimo no que faz ao empreender?


O empreendedorismo exigirá de você uma dedicação sem igual. É preciso ter disposição e uma dose extra de resiliência para encarar a rotina de empresário e todos os seus obstáculos. 

Nesse contexto, é importante ter a segurança de ser um ótimo profissional e de fato saber o que está fazendo. Se você não é bom no que faz, inevitavelmente, em algum momento, irá meter os pés pelas mãos e poderá colocar tudo a perder. E veja bem, errar não é problema, pois quando se tem características de um profissional de excelência, você tem recursos para lidar com situações adversas da melhor maneira e encontrar meios de revertê-las. Portanto, é preciso estar preparado! E o único caminho é investir no seu desenvolvimento, incorporar características de excelência profissional e aprender cada vez mais como ser a sua melhor versão.

As características de um profissional de excelência


O mercado de trabalho vem passando por diversas transformações nos últimos tempos. No entanto, é interessante observar que as principais características de uma pessoa voltada aos negócios como profissional de excelência são humanas, não tecnológicas. 

E a tendência, por mais que haja inovações, é que essas características humanas sejam destacadas e a necessidade de desenvolvimento dessas habilidades entre os profissionais seja cada vez maior. Confira a seguir quais são elas:

  • Proatividade;

  • Autoconfiança;

  • Visão estratégica;

  • Empatia;

  • Inteligência Emocional;

  • Criatividade;

  • Boa comunicação;

  • Flexibilidade.

Como melhorar a sua performance profissional?


Invista sempre no seu desenvolvimento profissional e aprimore suas habilidades.


Foi-se o tempo em que as pessoas podiam dar por finalizado o período de estudos após a conclusão de um curso superior ou pós-graduação. Hoje, a habilidade de adquirir novos conhecimentos e aprender de forma contínua é uma das mais requisitadas a qualquer profissional.

É importante, portanto, que você se comprometa com o seu próprio desenvolvimento. Tudo está mudando muito rápido e há a necessidade de incorporar essas mudanças com agilidade. Não há desculpas, já que podemos adquirir conhecimento para aprimorar nossas habilidades das mais diversas formas, por meio de cursos online, artigos, webinars, eventos, livros, etc.    
Tome a iniciativa e exercite a sua criatividade para propor soluções e resolver problemas Não espere circunstâncias adversas, o "melhor momento", ou que lhe peçam algo para agir. Fique atento a sua volta e identifique oportunidades de ir além. Empreendedores que tomam iniciativa se destacam. Nesse sentido, a criatividade também é uma habilidade importante de ser desenvolvida para ser usada no momento de propor soluções diferentes e inovadoras para problemas complexos. 

Cada vez mais, o mercado de trabalho exige que o profissional use a criatividade de forma disruptiva, aliada à empatia, no intuito de propor novas ideias e solucionar gargalos para as novas demandas da sociedade e, dessa forma, revolucionar mercados. Um profissional de excelência está sempre atendo às novas tendências e se adapta a elas.   Avalie as suas atitudes diante das situações adversas
Como mencionei, as características que nos fazem humanos é que nos diferenciarão como profissionais. Portanto, a forma como lidamos com as nossas emoções diante dos obstáculos e a maneira como nos relacionamos com as pessoas a nossa volta são fatores extremamente relevantes no objetivo de atingir a excelência profissional. É o que chamamos de inteligência emocional. 

Essa habilidade, juntamente à flexibilidade, está em foco no processo de transformações pelo qual nosso mundo vem passando, principalmente no cenário econômico deste ano de 2012 que estamos terminando, que nos exigiu muita resiliência e adaptabilidade por forças macroeconômicos que mexem com nossos negócios independentemente do tamanho da empresa. Desenvolver a inteligência emocional é, portanto, fundamental para a evolução profissional e o alcance de uma alta performance. Assuma responsabilidades e aceite desafios

Um empreendedor mediano foge de desafios e não deseja assumir novas responsabilidades que são difíceis ou vão além do seu escopo de trabalho. Afinal, lidar com tarefas difíceis pode ser desagradável, pois tendem a nos tirar da zona de conforto.

A questão é que quando você evita assumir responsabilidades e encarar desafios, você também evita, consequentemente, o aprendizado. Além disso, dificilmente conseguirá desenvolver um efeito bônus da conclusão de desafios: a autoconfiança, fundamental para quem quer empreender.

E a conquista da autoconfiança acaba se tornando um círculo virtuoso. Empreendedores de alta performance se sentem provocados por desafios e resolução de problemas complexos. Então quanto mais bem-sucedidos nessas empreitadas, mais confiantes se sentem em assumir novas responsabilidades. 

Por isso, se você deseja se tornar um profissional de excelência, seja no empreendedorismo ou como intraempreendedor de uma empresa, é essencial que haja de forma proativa para se desenvolver profissionalmente. 

Meu conselho para os que querem empreender é, antes de qualquer coisa, se tornar bom no que faz e elevar a qualidade do seu trabalho à máxima potência. Só assim o seu negócio será estruturado em uma base sólida para prosperar.

Bom trabalho e grande abraço.

Prof. Adm. Rafael José Pôncio


        Reprodução permitida, desde que mencionado o Nome do Autor e o link fonte.       

Nenhum comentário:

Postar um comentário